Neste blog, mais imagens do que palavras...
A fotografia é uma paixão que não requer ser cultivada, tão somente alimentada, pelo que uma imagem vale mais do que mil palavras!

In this blog, more pictures than words ...
The photography is a passion that does not require to be cultivated, nourished solely by that one picture is worth a thousand words!

SOMOS VISTOS E PROCURADOS NO MUNDO INTEIRO!

Flag Counter

sábado, 30 de junho de 2018

🦑🐠Nazaré mantêm viva a tradição da seca do Peixe em plena praia...🐙🐟

A tradição de secar o peixe é de origem pouco conhecida, mas seria a melhor maneira de conservar o pescado para os dias de escassez. Seria desta forma que as peixeiras garantiam o sustento para as suas famílias, mas também lhes permitia ter peixe para vender nos mercados da região. As espécies mais utilizadas são o carapau, os batuques, a sardinha, a petinga, o cação, e o polvo, devido à sua abundância.
Na Nazaré distinguem-se duas formas de secagem: o peixe seco e o enjoado, com características de preparação e de consumo diferentes.
O peixe é primeiro “amanhado”, processo de tirar as tripas do peixe, depois é lavado e passado por uma salmoura feita com água e sal grosso. Por fim é aberto ou escalado, estendido nos paneiros e posto ao sol. A secagem dura cerca de 2 a 3 dias, dependendo das condições atmosféricas.


Cada espécie de peixe tem uma forma diferente de secagem. O carapau, os batuques e o cação são abertos ou escalados, mas a petinga e a sardinha já são secas inteiras, bem como o polvo.
É a sul da praia, quase em frente ao Centro Cultural da Nazaré, que se encontra o Estindarte, como nós chamamos ao estendal de secagem de pescado, onde as várias peixeiras secam e vendem o peixe ali exposto. Texto: CM-Nazaré

36 comentários:

  1. Excelentes fotografias desta tradição das gentes da Nazaré.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  2. Uma coisa que não sabia! Esta da seca do peixe na Nazaré. Eu diria que é uma grande atração turística.

    ResponderEliminar
  3. Há anos que não via esse carapau seco. Muito bom:))

    Bjos
    Votos de um óptimo sábado

    ResponderEliminar
  4. Uma tradição que gostava de presenciar!
    Belos olhares ... bj

    ResponderEliminar
  5. Uau!
    Antigamente a minha mãe comprava desse carapau, mas era salgado. Não sei se é a mesma coisa. Era tão bom. Amei a postagem!! :)

    Beijos. Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  6. Bom dia, Rui,
    parabéns pela postagem espetacular, jamais soube como eram feitas a secagem dos peixes.
    Como moramos longe de mar, lembro que meu avó, secava peixe de água doce, sobre uma fogueira, era um trabalho difícil, mas ficava muito saboroso, ainda encontramos por aqui quem o faça dessa maneira, mas o preço é alto.
    Eu adoraria poder ver de perto essa secagem de peixes em Nazaré. Obrigada por tão importante informação. Abraço!

    ResponderEliminar
  7. Nos Açores, terra da minha mãe, também fazem assim, são tradições maravilhosas :)
    Beijinho e bom fim de semana.
    Joana

    ResponderEliminar
  8. Belíssimas imagens, desta louvável iniciativa, levada a cabo, na Nazaré, não deixando assim que caiam no esquecimento estas tradições e técnicas ancestrais...
    Excelente trabalho fotográfico, Rui, bem como o mérito de ajudar a divulgar tal...
    Beijinhos! Feliz fim de semana!...
    Ana

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, boas fotos, a secagem de peixe na Nazaré é mais abundante que noutros locais, sou adepto do peixe seco, gosto a valer.
    Bom fim de semana,
    AG

    ResponderEliminar
  10. Coo a ANA FREIRE disse o que eu poderei mais dizer ?
    Uma pergunta resta : O que é o PEIXE ENJOADO ?

    Magníficas imagens para uma postarem pedagógica.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu amigo, eis a explicação:

      O método de preparação origina dois produtos distintos: o peixe seco e o peixe enjoado. O seco, depois de amanhado, lavado e passado por salmoura, fica dois ou três dia ao sol e geralmente consome-se cozido com batatas. O enjoado fica apenas um dia ao sol e depois é grelhado.

      Abraço e muito obrigado.

      Eliminar
  11. ¡ Que interesante ! me encanta. Besitos.

    ResponderEliminar
  12. Que bonitos registos fotográficos adorei
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Oi Rui
    Que interessante encontrar aqui fotos iguais as que fotografei aí nessa Nazaré,linda.
    Estive lá por apenas um dia.Encontrei esse Sr.da terceira foto e até conversamos sobre os peixes.
    Foi adorável passar o dia em Nazaré. Me apaixonei pelo panorama que se descortina daquelas muralhas.
    Belos registros.
    Infelizmente, perdi muitas fotos por avaria na máquina.Vou precisar voltar :))
    abrço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Nazaré é daqueles lugares onde apetece sempre voltar. Já vou lá desde pequenino com meus pais e continuo sempre que posso a ir, não cansa! E come-se tão bem lá...
      Grato pelo comentário, bom saber e reconheceres a dita senhora!

      Eliminar
  14. Brillante funciona.
    Gracias por su visita siempre.

    Te deseo todo lo mejor.
    Saludo y abrazo.

    Desde Japón, ruma ❃


    ResponderEliminar
  15. Muy buenos los encuadres, que nos muestran esa antigua tradición de tan bella localidad.

    Esos pescados deben estar sabrosos.

    Besos

    ResponderEliminar
  16. Excelente reportagem fotográfica.
    Aos anos que não vou à Nazaré, tenho de lá voltar.
    Um abraço
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  17. Excelente as fotos reportagem.
    Gosto muit o da Nazaré e destes detalhes que aqui nos trazes.
    bom domingo.
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  18. I'm thrilled with a butterfly, a marmot and a marmot, but I like the other photos too. Regards,

    ResponderEliminar
  19. Acho tão giras estas tradições! :) Excelentes fotos. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  20. Está fantástica a reportagem.
    Fiquei sem saber o que é peixe enjoado.
    Se não conhecesse a Nazaré pensaria que esteve noutro país.
    Parabéns
    https://florbytesemmeemoria.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai sempre a tempo de ficar a saber Dida:
      O método de preparação origina dois produtos distintos: o peixe seco e o peixe enjoado. O seco, depois de amanhado, lavado e passado por salmoura, fica dois ou três dia ao sol e geralmente consome-se cozido com batatas. O enjoado fica apenas um dia ao sol e depois é grelhado.

      Eliminar
    2. Obrigada.
      Saia um enjoadito para mim s.f. :-)

      Eliminar
  21. Belas fotos como sempre e agradeço o aumento dos meus conhecimentos.

    Saudações cordiais

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde Rui,
    Magnífica fotorreportagem de uma atividade que eu desconhecia ser feita assim a essa escala!
    Não é muito divulgada.
    Obrigada por partilhar.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  23. Schöne Fotoreportage über ein altes Handwerk.

    Noke

    ResponderEliminar
  24. Rui bastante interessante essa tradição muito boas as fotos ficaram sensacionais, Rui bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  25. Ja a mtos anos que nao vou la que saudades obrigada pela partilha as fotos mt bonitas como sempre parabens bjs

    ResponderEliminar
  26. Estupendo reportaje sobre el secado del pescado, con buenas fotos y muy didáctico.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  27. Bom dia Rui.
    Imagem magnifica.Um excelente registro.
    Os pescados são conservados quando são seco ao sol.
    Lembrei-me do meu vô que gostava de usar esse processo de secagem, quando chegava das suas pescarias com seus amigos. Ele preferia secar ao sol alguns dos pescado do que colocar pra ser congelados.
    Boa semana e um beijo.
    Bom mês de julho.

    ResponderEliminar
  28. Vieste aqui para os meus lados e trouxeste imagens muito bonitas. Curioso, porque já lá fui muitas vezes e nunca fotografei a seca do Peixe, para a próxima não me escapa.
    Gostei muito!

    Beijos Rui

    ResponderEliminar
  29. Wonderful post,!
    A big hello from Germany!
    Hugs ♥

    ResponderEliminar
  30. ·.
    Estupendas fotografías. Una envidia estar ahí.
    Estuve en Nazaré hace muchos años y recuerdo el secado de esos pescados, creo que 'carapaus'
    También recuerdo que ahí se capturaba mucho pulpo.
    Un abrazo Rui

    LMA · & · CR
    .

    ResponderEliminar
  31. Uma tradição bem diferente e bonita até de secagem do peixe. Que seja uma tradição a manter...

    ResponderEliminar