Neste blog, mais imagens do que palavras...
A fotografia é uma paixão que não requer ser cultivada, tão somente alimentada, pelo que uma imagem vale mais do que mil palavras!

In this blog, more pictures than words ...
The photography is a passion that does not require to be cultivated, nourished solely by that one picture is worth a thousand words!

Seguir este blog

segunda-feira, 12 de março de 2012

Ruralidade - "A vida a quanto obrigas"...



73 comentários:

  1. Traços de quem luta diariamente para ter o que quer.

    Lindíssimas imagens Rui. :)

    ResponderEliminar
  2. *** Coucou Rui !!!!

    Ces trois photos nous transportent dans un autre temps ! J'aime voir ces ces paysans, ces ânes et ces paysages !!!
    Le retour à la nature et à une vie simple et saine ... j'aime beaucoup !

    Merci Rui et GROS BISOUS DE PARIS ! :o) ***

    ResponderEliminar
  3. Gostei imenso! Belas imagens,... fizeram-me recordar tempos de infância!
    Abraço Rui

    ResponderEliminar
  4. Magníficos registos fotográficos que o seu olhar captou, e que são, ao mesmo tempo, uma chamada de atenção para um mundo rural que tende a desaparecer e é necessário recuperar com toda a sua dignidade.
    Um abraço,
    Jorge

    ResponderEliminar
  5. i'm really impressed, rui!

    those photos are magnificent, they can tell a sroty!
    very interesting, too.
    love them all.

    saludos and un abraco.

    ResponderEliminar
  6. Uma vida difícil.... muito bem captada!

    ResponderEliminar
  7. Belos documentos, caro Rui !
    Concordo a 100% com o que disse o JORGE !

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  8. Que bueno que puedas tomar esas fotos me parecen maravillosas saludos

    ResponderEliminar
  9. Gosto destas fotos. Mostra a vida dificil destas pessoas que vivem no campo, uma vida simples , mas nem por isso deixam de viver felizes.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  10. preciosas y cercanas fotos, gente del pueblo.saludos

    ResponderEliminar
  11. Rui,
    Essas fotos me trazem uma certa amargura... Há pessoas que labutam nessa vida toda, sem descansos, sem conquistas e sem vida...
    Sinto imensamente quando vejo pessoas que deveriam estar descansando, gozando o resto de dias e no entanto ainda tem uma labuta enorme para poder sobreviver (sobreviver mesmo!)
    Lindo olhar!
    Beijokas doces e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  12. Rui, é incrível como uma imagem fala tantas línguas e histórias diferentes...

    Vivo no interior do Brasil, sou feliz! Não me apetece o conforto e facilidades da vida urbana, respiro verde...

    Uma semana maravilhosa p/ vc!

    Beijoooo

    ResponderEliminar
  13. Um privilégio poder ainda captar imagens como estas.

    ResponderEliminar
  14. pois é nos que nos queichamos de tudo e de nada nao demos la muito valor as coisas e as pessoas por vezes nem fazemos atençao mas é verdade é que ainda ha muita jente que faz de tudo um nada para ter uma vida melhor parabens por estas belas fotos muito bonitas que contao uma bela historia obrigada bjs

    ResponderEliminar
  15. Um olhar imenso, naquele olhar interior!
    Uma ruralidade transmontana. Será?
    Ótimas fotografias. Sempre

    ResponderEliminar
  16. Olá, Rui!!
    Vida rural!
    Mostra a dura realidade de quem já deveria estar descansando!!
    boa semana, amigo e beijos no core!!
    Soninha!!

    ResponderEliminar
  17. Belíssimas imagens, reflexos de um olhar de artista. Parabéns

    ResponderEliminar
  18. "A vida a quanto obrigas"... Literalmente e as magníficas fotos dizem exatamente isso. Um show de fotos! Abraço

    ResponderEliminar
  19. Estas imagens já quase são relíquias do passado, o que realmente é muito triste! São sem dúvidas vidas cheias de sacrifício, ainda assim, muitos são aqueles que assim se sentem felizes.
    Adorei, Rui! Preciosas imagens. a 2ª, para mim, está fabulosa.

    1 beijo

    ResponderEliminar
  20. Gostei de recordar estas tradições, quase perdidas. Se é uma vida dura, não sei, mas que é tranquila, de certeza que sim.

    Beijinhos e boa semana :)

    ResponderEliminar
  21. E é assim que estas gentes se sentem vivas...

    ResponderEliminar
  22. Lindas imagens que refletem bem a dureza da vida do campo. As rosas não são de quem as planta, mas de quem as recebe. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  23. Buenas tomas rurales, con un vistoso viñeteado.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  24. São estas belas imagens da paisagem e seu povo.

    ResponderEliminar
  25. São fotografias como estas que nos transportam aos tempos de infância e aos momentos singulares que passávamos com os nossos avós.
    Mais uma vez Parabéns pelo excelente trabalho que partilhou connosco.
    Abraço

    ResponderEliminar
  26. deve ser dura mas ao mesmo tempo gratificante..:)

    ResponderEliminar
  27. Oi Rui,

    Bom dia! Como foi a viagem? As fotos demonstram a realidade rural. Pensei no interior do meu Estado que apresenta relativa exclusão social.

    Lindas fotos! Beijos e Deus contigo!

    Lu

    ResponderEliminar
  28. Olá!Bom dia!
    Mundo rural...mostra o descaso do ESTADO, para pessoas, que vivem na labuta, sem condições nenhuma... dentro de uma exclusão social...
    Seu olhar, captou de forma divina...
    Boa terça!
    Abraços

    ResponderEliminar
  29. Rui, Amigo

    Saber olhar, é, verdadeiramente um Olhar D'Ouro.
    Daí a Poesia que mostras em cada imagem.
    Nós, estamos em extinção. As imagens ficam por memórias.

    Abraços

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  30. sim, saber olhar e sobretudo saber ver, Rui, amei estas fotos e os personagens!Incriveis!!! mundo lindo de invejar...
    abraços

    ResponderEliminar
  31. Lindissimo meu amigo!!Adorei !Deixo meu carinho!

    ResponderEliminar
  32. AMEI SUAS FOTOGRAFIAS.
    NÃO SEI FOTOGRAFAR,MAS SEI APRECIAR QUEM SABE.


    BACI

    ResponderEliminar
  33. Belissimas fotos que contam histórias de vidas...
    Beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  34. Très belles compositions! Bravo, Rui!
    E adoro os burinhos! Lembram-me o que a minha avózinha tinha quando eu era pequenina e que vivia na Nazaré;o)

    ***
    Bises et à bientôt****

    ResponderEliminar
  35. Sin duda tuviste una gran suerte al poder inmortalizar esas "historias vivas" que son cada una de las personas que nos muestras. ¡Bella entrada amigo! Un saludo.

    ResponderEliminar
  36. Quem vive no meio rual,trabalha muito para ter um bocado de dignidade. LINDAS FOTOS
    *****
    Forte abraço Rui

    ResponderEliminar
  37. Autênticos postais. A primeira deixou-me toda derretida.

    ResponderEliminar
  38. Buenas fotos de una vida rural que cada vez se ve menos. Antes se vivia mucho en el campo, hoy no.
    Un beso

    ResponderEliminar
  39. Belas imagens..aparentemente simples, mas se observarmos atentamente, elas dizem muito. Me lembrei da 'pintura de gênero' da tradição da pintura a óleo européia, onde pessoas humildes eram retratadas de forma tão intensa.

    Seu olhar é mesmo "d'ouro". :)
    beijo!

    ResponderEliminar
  40. Acredita que mesmo me sendo familiar esta vida de campo, acho encantadoras estas imagens...beijinho meu

    ResponderEliminar
  41. Bu görüntülere, Türkiyede bile nadir rastlanır. Güzel fotoğraf :))

    ResponderEliminar
  42. Que imagem maravilhosa, e real, parece que estou ali como espectadora observando de perto.

    Parabéns Rui, uma obra de arte. Bjs!

    ResponderEliminar
  43. Linda foto... retrata o outro lado da vida..o da simplicidade.....

    bj

    ResponderEliminar
  44. Para que o chão dê bons frutos é necessário moldá-lo. Preparar o solo, separar os grãos. É preciso manejar o rebanho e apartar a rês.
    E para que isto aconteça é necessário o suor de homens e mulheres. Suas roupas quentes para amenizar o frio, suas peles agredidas pelo sol escaldante, suas mãos calejadas pela força física.
    Homens e mulheres do campo: trabalho diário produzindo o alimento para as mesas de um povo.

    Magnífico Rui!!!

    Cida

    ResponderEliminar
  45. Aysss que burrito más guapo.

    Saludos y un abrazo.

    ResponderEliminar
  46. A quem a recebeu como medida.....
    Belo!!
    Aquele teu olhar feito um amanhecer d'ouro que encontrei no meu amanhecer, só podia ser mesmo seu Rui... kkkk
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  47. Fotos maravilhosas de uma vida dura mas mesmo assim, ainda menos violenta que nas cidades e mais perto das verdadeiras belezas naturais.
    Boa noite!
    Beijinhos.
    Brasil.

    ✿✿
    ♪º° ✿

    ResponderEliminar
  48. Suas fotos me deixam sempre encantada, Rui! Adoro!!

    bjks

    ResponderEliminar
  49. Olá,

    Magníficas fotos da simplicidade que reina no campo.

    Parabéns pela arte na captura.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  50. Dizem que a vida aí é muito dura , o que não é bem verdadeiro o pensamento.
    Um lugar de ar puro a conviver com os animais e a natureza não pode nunca ser tão dura assim, o simples nem sempre é compreendido.
    Longe da poluição , do barulho do trânsito e dos engravatados a vida no campo é muito saudável.
    Poderia ser mais bem recompensada mas eles nao reclamam.
    As fotos são lindas Rui,
    meu abraço retribuindo a partilha.

    ResponderEliminar
  51. Que bom gosto em postar essas
    fotos,são lindas,vc sabe como deixar
    tudo aqui muito gratificante
    Abraços com carinho Rita!!!!

    ResponderEliminar
  52. Olá Rui, tudo bem?

    Essas imagens com o título "Ruralidade - A Vida a Quanto Obrigas..." me transmitiram através das pessoas grande força! São pessoas maduras, olhares profundos, constrastando com a paisagem rural, deu-me a impressão de uma vida difícil e dura, sem perder certa jovialidade de que são possuidoras.

    Abraços, Rui, da Lu...

    ResponderEliminar
  53. Dura y difícil vida...Todo termina.
    Un saludo.
    Gelu.

    ResponderEliminar
  54. Rui, tudo bem?
    Que imagens, amigo!
    Cenas rurais muito interessantes e as expressões das mulheres nas duas primeiras fotos..., que instantâneos!
    Muito bom, colega portista!
    Grande abraço :)

    ResponderEliminar
  55. Pois mas aqui há autenticidade!
    Muito bem.

    ResponderEliminar
  56. Nós urbanos muitas vzs achamos q somos os mais preparados, os mais, mais :) Olhando para estas fotos vejo q os mais , mais estão na simplicidade, na imensidão dos campo.Já até começo a viajar e me imagino sentada junto e eles: quanta sabedoria a nós passar.
    Parabéns por transmitires tanta mensagem através de tuas fotos. Bjs

    ResponderEliminar
  57. Muy buenas postales rurales encantadoras y muy bien ambientadas, saludos...

    ResponderEliminar
  58. Oi Rui,
    Incrível como todas a imagens possuem sua beleza. Peculiares ou não.
    Essas fotografias realmente mereceram ser registradas.
    Adorei!
    Até Mais*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  59. Que lindo Rui, parabéns, sua fotografia, emociona. bjos.

    ResponderEliminar
  60. Gosto muito de observar a ruralidade!
    Gosto de conversar com pessoas simples.
    Elas têm muita sabedoria!
    Bela foto!
    Beijo!

    ResponderEliminar
  61. Na verdade uma vida muito dura. Mas, de longe, muito mais saudável e menos stressant que aquela que temos nas grandes cidades.
    Para muitos, actualmente é a única salvação. É o regresso às origens, do cultivo da terra para sobreviver. POr isso, cada vez há mais casas a ser renovadas ou construídas de raíz por essas aldeias por esse país fora.
    E eu digo: com a reforma estão criadas todas as condições para um regresso daqui a algum tempo.
    Pelo menos vou respirar ar menos poluído e comer produtos mais saudáveis.

    ResponderEliminar