Neste blog, mais imagens do que palavras...
A fotografia é uma paixão que não requer ser cultivada, tão somente alimentada, pelo que uma imagem vale mais do que mil palavras!

In this blog, more pictures than words ...
The photography is a passion that does not require to be cultivated, nourished solely by that one picture is worth a thousand words!

SOMOS VISTOS E PROCURADOS NO MUNDO INTEIRO!

Flag Counter

domingo, 29 de outubro de 2017

O AMOLADOR AINDA EXISTE...

...antigamente, também era reparador de sombrinhas, é um comerciante ambulante e desloca-se numa bicicleta para oferecer seus serviços de amolar facas, tesouras e outros instrumentos de corte.
A bicicleta tem sido modificada de forma que em sua parte traseira leve montada o esmeril mecânico com uma pedra de amolar a qual emprega-se para amolar os objetos cortantes. Anda por todo o lado e para anunciar sua proximidade usa uma flauta de pã de canos ou plástico como apito, chamada em espanhol de chiflo, a qual sopra fazendo soar suas tonalidades consecutivas, de grave a aguda e vice-versa.
Alentejano, natural de Montemor-o-Novo, o sr. António percorre o país mantendo viva uma arte em vias de extinção!

26 comentários:

  1. Siempre me gustó ver al afilador. Un beso.

    ResponderEliminar
  2. Ainda existe e não são nada baratos. de vez em quando aparecem por cá :)
    Beijo e um bom Domingo.


    ResponderEliminar
  3. Ainda foi há umas semanas que ouvi o carro do amolador o que é uma raridade por aqui.

    ResponderEliminar
  4. Un mestiere antico, ma sempre utilissimo!
    Ottimo il bianco/nero
    Un saluto,silvia

    ResponderEliminar
  5. Aún se ven alguno de ellos, por los distintos pueblos.

    Besos

    ResponderEliminar
  6. Rui ainda existe aqui na esquina a onde moro tem uma loja que amola facas, tesouras, faz esses tipos de serviços, e esse serviço é bastante importante e útil, de vez em quando estou eu lá na loja pra amolar a faca, Rui abraços.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  7. Que bom que existam...Gosto de ver! abraços praianos,chica

    ResponderEliminar
  8. Há tantos anos que não os vejo.
    Excelente foto.
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Rui,

    esta cada vez mais raro vermos um amolador de porta em porta. Aqui no Brasil é raro vermos um destes. A foto ficou muito bonita.
    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  10. Buena foto, Rui, estos afiladores ambulantes ya casi son historia, es un trabajo artesanal ya en extinción, pero aun se puede ver por alguno de vez en cuando. Muy acertado el tratamiento que le has dado a la foto en B&N:

    Saludos.

    ResponderEliminar
  11. Aqui pelo nordeste uma vez ou outra encontramos quem ainda oferece este tipo de serviço, bem como arrumar panelas e outras cositas mais. Linda imagem!
    Abraço de paz , deixo-lhe amigo Ruy

    ResponderEliminar
  12. É raro vê-los por aqui, mas de vez em quando ouço o apito e quando isso acontece diz o povo que é sinal de que vem aí chuva, quem dera que viesse, faz cá falta.
    Adorei o P&B desta foto que ficou espectacular.

    Beijos Rui

    ResponderEliminar
  13. Muito bom esse post,Rui.

    Em cidades do interior ainda existem esses amoladores e são excelentes.

    Lembro de quando eu era menina,no Rio de Janeiro,minha saudosa mãe separava tudo o que estivesse sem fio para quando o amolador chegasse.

    Obrigada pela visita e volte mais vezes,amigo.

    Estou sem poder colocar minha lista de blogues,mas vou nos comentários e chego aqui.Se eu puser,fica pesado para abrir.

    Publiquei 2 novos posts hoje,31 de outubro

    Beijos sabor carinho e uma noite de terça_feira de paz e alegrias

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  14. El afilador de tijeras... Yo que fui costurera, me ha afilado unas cuantas, tenían un peculiar silbido. Gracias por compartirlo, me trae buenos recuerdos
    Ya hace años que no los veo.

    Un saludo y mi gratitud.

    ResponderEliminar
  15. Estimado amigo, Rui,
    ...esta fotografia vale ourooo!
    Pensei que já não existissem mesmo. E o que punha ganchos nos pratos? rsss
    Soltei as memórias e sorri!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  16. De quando em vez, ainda passam aqui na vila onde moro!... Adoro o som, da flauta, que eles usam para avisar que estão por perto... o último que por aqui passou, afiou-me as tesouras todas, aqui de casa... ficaram impecáveis... até hoje... e praticamente já passou um ano...
    Adorei o ângulo da imagem, que lhe realçou importância e dinamismo... e a conversão para P/B que conferiu um pouco de nostalgia...
    Beijinho! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  17. Eu adoro o som da chegada do amolador!Profissões muito antigas que se extinguiram.
    A fotografia está espectacular!

    Bjnhs

    ResponderEliminar
  18. Que fotografia mais linda! Parece mesmo que saiu de anos passados.

    Beijão!
    Blog: *** Caos ***

    ResponderEliminar
  19. Som conhecido por aqui.
    Ainda temos os amoladores.
    Bom final de semana.

    ResponderEliminar
  20. Caro Rui
    Que excelente postagem.
    Aqui no estado aonde eu vivo
    há poucos profissionais
    dessa arte, mas ainda há.
    Logo na esquina perto daqui
    há um senhor que
    conserta sombrinhas e tambem
    sapatos, seu Tião é gente
    boa e barateiro.
    Ótimo fim de semana para
    você e os seus.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  21. Nice article great post comment information thanks for sharing.
    ตารางบอล

    ResponderEliminar
  22. Caramba, desde pequena que não vejo um amolador. Que lindo encontro.

    ResponderEliminar
  23. Olha só!
    Queria que aqui passasse um aqui, de tempos em tempos.
    Que Deus acompanhe esta gente querida que deixa viva ainda
    estes trabalhos tão necessários e abençoados!!!

    abraço
    Lola

    ResponderEliminar