Neste blog, mais imagens do que palavras...
A fotografia é uma paixão que não requer ser cultivada, tão somente alimentada, pelo que uma imagem vale mais do que mil palavras!

In this blog, more pictures than words ...
The photography is a passion that does not require to be cultivated, nourished solely by that one picture is worth a thousand words!

Seguir este blog

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

E 2015 aqui tão perto...


Quero deixar um abraço a todos quantos visitam e comentam este blog. É um regozijo tamanho para mim, as visitas que esta página recebe diariamente de algo que mais não é que um simples hobby e para o qual não tenho tido muito tempo por vários motivos. Também estou em falta para com as vossas páginas, mas espero em breve conseguir organizar melhor o tempo e poder cumprir com imenso prazer essas visitas. Estou ciente da vossa melhor compreensão!
Desejo intensamente que em qualquer parte do planeta onde este blog é visitado, todos tenham um excelente ano de 2015 e que o vosso caminho tenha o sucesso a todos os níveis de encontro às vossas melhores pretensões!
O vosso amigo, Rui

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

O outro olhar... Porque o futuro passa por caminhos que se sobrepõem aos do passado...


terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Reflexão...












Como é fácil, Senhor Jesus,
Daqui, de ao pé da tua Cruz,
Avistar a paisagem do Advento,
Compreender-lhe a mensagem,
Respirar-lhe o alento.

Daqui, de ao pé da tua Cruz de Luz,
Sem dúvida o lugar mais alto do mundo,
Mais alto e mais profundo,
Vê-se bem, com toda a claridade,
Que a lonjura do Advento não é horizontal.
Eleva-se em altura.
Como a tua túnica tecida de Alto-a-baixo,
Vertical,
E sem costura.
Tu vens do Alto, Senhor.
Tu vens de Deus.
Tu és Deus.
Tu és o Justo
Que chove das alturas
Sobre a nossa humanidade sedenta e às escuras.
Vem, Senhor Jesus,
Alumia e rega a nossa terra dura,
Acaricia o nosso humilde chão
E modela com as tuas mãos de amor
Em cada um de nós
Um novo coração
Capaz de ver.
Capaz de Te ver
Nascer
Em cada irmão.
Poema que fecha a reflexão para o 1.º Domingo do Advento - D. António Couto, Bispo de Lamego.